Plant-based pregnancy? / Gravidez vegetariana?

Now that I gave you the big news about my pregnancy, I have received a lot of messages asking if I'm still doing a plant-based diet.

I've already shared a post here about my diet changes - you can read everything here - and the importance that I give to balance, far away from radicalisms and major restrictions.


There are a lot of people that still think I'm a radical, although I only adopt a 90% to 95% plant-based diet. But, the thing is I didn't make this changes to prove myself to anyone - I did what my body was asking for - I reduced drastically my animal protein intake - and when I say drastically I mean: I don't buy any meat or fish to cook in my house. I avoid meat and I eat fish about 2 to 3 times per month, and giving the fact that fish here is not the best thing ever, I only eat fresh cod fish and wild caught salmon - every once in a while. I buy organic eggs for my husband, and, I must have eaten it once or twice since I got pregnant. I still buy some goat or sheep cheese to sprinkle on salads or omelettes - besides that we gave up dairy in our home.


I really don't know if I will ever going to change my diet again, like I said, my mindset is focusing on what my body needs and asks for, and right now I would say my diet is pretty much ideal, for me of course - once again no radical cuts, no counting calories and portions I eat what I want, the portion size I feel like and I feel great about it.


I share with you some examples of what my typical everyday meals look like - a lot of colour, a lot of greens and a lote of fibre (greens, beans, legumes), this one being essential for a healthy gut and bowl movements during pregnancy - and of course, a lot of water to help to flush everything out.


On my next post I will share my first trimester with you - morning sickness, little tricks to deal with that, symptoms that I had during the longest 3 months of my life.


Until then I would like to know if anyone out there ir expecting? Any new mamas or moms to be out there? Let me know your thoughts, tricks and questions!

you can send me an email, that way I'll be able to catch up with all of you!

thank you for being there!

Love,

Sam

Agora que já dei as boas novas sobre a minha gravidez, tenho recebido várias mensagens a perguntar se continuo a manter uma alimentação vegetariana ou plant-based, como quiserem chamar.

Já tinha partilhado aqui um post sobre a minha mudança de alimentação - podem ler aqui - e a importância que dou ao equilíbrio, longe de fundamentalismos e cortes radicais.


Há quem ache que mesmo sendo apenas 90 ou 95% plant-based já estou a ser radical, a verdade é que eu nunca quis provar nada a ninguém com esta mudança, apenas fiz aquilo que o meu corpo andava a precisar - reduzir drasticamente o consumo de proteína animal - e quando digo drasticamente é: já não compro nem carne nem peixe para cozinhar em casa. A carne deixei totalmente, o peixe, como cerca de 2 ou 3 vezes por mês, e tendo em conta que aqui o peixe não é lá grande espingarda, resumo o meu cardápio piscívoro ao bacalhau fresco e ao salmão selvagem - quando o Rei faz anos! Compro ovos biológicos para o meu marido, e, pelas minhas contas, devo ter comido uma ou duas vezes desde que engravidei. Queijo de cabra ou de ovelha para colocar de vez em quando em omelettes ou saladas - lacticínios, tirando este queijo específico, também não fazem parte do nosso dia-a-dia.


Não sei se algum dia hei-de mudar ou não, o meu lema é ouvir sempre o meu corpo com muita atenção e perceber aquilo que me faz sentir bem, mas diria que cheguei ao tipo de alimentação que considero ideal para mim - mais uma vez, sem exageros, sem fundamentalismos, sem contar calorias nem quantidades. Como o que me apetece, na quantidade que me apetece e sinto-me bem com isso.


Nas imagens a cima partilho convosco alguns exemplos de refeições que me têm acompanhado durante estes últimos meses - muita cor, muitos verdes e muita fibra, esta última fundamental para o bom funcionamento intestinal durante a gravidez - é claro, sempre com muita água a acompanhar.


No próximo post vou partilhar convosco o meu primeiro trimestre - enjoos, truques e sintomas que tive ao longo dos 3 meses mais longos de sempre.


Até lá, gostava de saber o que se passa desse lado! Futuras mamãs? Perguntas? Dicas?

Podem enviar email que para mim é mais fácil por aí, pois assim tenho a certeza que os recebo.

Obrigada por estarem desse lado!

Love,

Sam





INSTAGRAM

SUBSCRIBE
 

RECENT POSTS

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

© Copyright 2020 All rights deserved. Eat Love