Am I vegan? / Sou vegana?



So, as you already know, I've been adopting a plant-based diet for the past 3 months, and now I'm going to tell you all of my thoughts on these matter.


As I already told here I was eating wayyyy more meat than I ever did before. To be honest, back in 2014 when I was in NYC I was practically plant-based, and that turned out great! And why the heck I didn't continue this path? Well, I don't know! Sometimes you just get caught by new fad trends and also, I'm not perfect, not even close to that, so one thing came to another and I was back to my old self eating grilled chicken salads, runny eggs and yogurts.



Now, 3 months have passed and, to answer all of your questions, let's start with the million dollar one:

Are you vegan?

Well, no! I am not vegan. As much as I hate labels (!!!) I rather say I'm a reducetarian, mostly plant-based (if that thing even exists) and I'm currently adopting a 100% plant-based diet at home.

So I don't eat meat, fish, eggs and dairy at home, and once in a while I eat fish when I go out to dinner (the ocasional sushi craving) - still working on that. Besides that I'm full plant-based even when I go out - I'm actually really into vegan burgers right now! And Cleveland has an awesome selection on that matter, which is great! My favourite place is Town Hall - the vegan burger in town!


What about your protein?


Ok. Let me tell you one thing: plants have protein! Yes! Not only meat or fish or eggs have protein, plants have it too and it's not just a trace of protein, some of them are packed with protein!

Just to give you a quick list: beans, chickpeas, lentils, oats, peanut butter, almond butter, quinoa, spirulina, soy (tofu, tempeh, seitan) and the list goes on!

Plus, let's be honest, have you ever heard of someone in the western world that is protein deficient? You don't really need that much protein so stop worrying yourself about it!


What about your energy levels?

Raising my hand while saying this. I have never ever ever felt so much energy in my entire life before going plant-based. Plants are way more powerful than animal based foods. I know, I know that meat and eggs are famous for building strong muscle, but, honestly? They are hard to digest, way more heavy, and plants are easier to be absorbed by our body and give us a quick energy boost through the entire day!


Don't you feel deprived?


I actually feel overwhelmed whit all the food that I can eat. Because plants are lower in calories you can actually eat way more than you realize. Sometimes I think that I over ate and when I go and do the math I only ate 1200 kcal (what??). Yes. It's true.

Plus, have you seen the amount and variety of plant you have available?? Are you telling me that a plate like the one in the picture has less variety than meat with rice and salad?


Are you adopting this diet forever?

Most definitely yes. Not only I feel reaaallly amazing and super energetic, but I also feel more conscious and mindful about what I eat. I eat even more whole foods, more organic and not eating animals gives me that kind of positive energy I've never felt. I don't know, I feel that eating animal based foods will somehow put negativity into my body. It might sound weird, but I think it's true!


Let me know what do you think about this post, and if you already made this conscious change, please share. I would love to know your story!

Love,

Sam

Como vocês já devem saber, adoptei uma dieta plant-based nos últimos 3 meses, e agora venho aqui contar-vos tudo aquilo que penso sobre esta grande mudança.


Já tinha partilhado aqui que antes desta mudança andava a comer muito mais carne do que alguma vez comi na vida. Para ser sincera, quando estive em NYC em 2014 era praticamente vegana, e a experiência lá correu muito bem! E porque raio é que eu mudei desde então? Bom, em primeiro lugar não sou perfeita, aliás, estou muito longe disso! Esta coisa de ser influenciadora em estilo de vida saudável dá muitas vezes para andar a experimentar as dietas da moda, como foi o caso do low-carb (onde é que eu tinha a cabeça). Parece que regredi durante uns tempos e voltei ao meu antigo eu, às saladas de frango, ovos e iogurtes, já para não falar da carne vermelha! Devo ter sido abduzida pelo Dr. Athkins durante uns meses, mas o que interessa é que agora encontrei o meu equilíbrio e estou a admiti-lo aqui! Todos erramos!


Agora que voltei ao meu alinhamento, venho aqui responder a algumas das vossas questões, e vamos começar com a mais perguntada:


És vegan?

Não. Não sou vegan. Por mais que odeie rótulos (!!!) prefiro dizer que sou reducitariana, a atirar para o plant-based (se é que este mix existe) e neste momento adopto uma dieta 100% vegetal em casa.

Resumindo, não como carne, peixe, ovos nem lacticínios em casa, e, muito de vez em quando, como peixe, fora de casa, geralmente em forma de sushi - coisa que ainda não consegui largar totalmente, mas estou a trabalhar no assunto! À parte do sushi, sou totalmente plant-based, mesmo quando janto fora - estou agora na fase dos hambúrgueres vegan que são uma delícia. Aqui em Cleveland há muita variedade, mas em Portugal há um delicioso pelo qual me apaixonei - Vegana Burgers! Têm de experimentar!!


E a proteína??


Ok. Vou-te contar uma coisa: as plantas têm proteína! Sim! Não é só a carne, o peixe ou os ovos que a têm. As plantas também e não é pouco. Algumas são mesmo muito ricas em proteína!

Só para te dar alguns exemplos: feijão, grão, lentilhas, aveia, manteiga de amendoim, manteiga de amêndoa, quinoa, spirulina, soja (tofu, tempeh) e a lista continua!

E mais, vamos lá ser honestos, alguma vez ouviram falar de alguém com falta de proteína? (tirando obviamente pessoas gravemente doentes, com problemas de subnutrição grave, etc) Para além de que não precisamos assim de tanta proteína na nossa dieta, aliás, andamos a comer demasiada! Por estas e por outras, o melhor mesmo é não nos preocuparmos muito com isso.



E os teus níveis de energia?

Nunca na minha vida senti tanta energia como a que sinto agora. As plantas são bem mais poderosas do que os animais, basta pensarmos que elas não precisam de ninguém para sobreviver, sol e água e lá estão elas todas viçosas! Eu sei que a carne e os ovos são vistos como o ex libris da comida energética, associada muitas vezes à força e à malta do ginásio, mas sinceramente? São mais difíceis de digerir, são bem mais pesados e são ricos em gorduras que não fazem falta nenhuma. Os vegetais (incluíndo as frutas), por sua vez, são mais fáceis de digerir dando um boost de energia mais rápido ao longo do dia!


Nao te sentes privada de comer?

Muito pelo contrário. Sinto que posso comer muito mais! Eu sei que pode parecer estranho, mas já viram a quantidade absurda de vegetais e fruta que existe? Privação é o que menos sinto. Olhem bem para os pratos da fotografia e digam lá se sentem alguma restrição? Confesso que às vezes até acho que exagerei e depois das contas percebo que só ingeri 1200 kcal! Não é que ligue grande coisa às calorias, mas se analisarmos bem a coisa, os vegetais são mais baixos em calorias (não em nutrientes), com excepção de alguns obviamente, o que leva muitas vezes a termos de comer muito mais do que anteriormente.


Vais adoptar esta dieta para sempre?


Sem dúvida que sim! Não só me sinto espectacular, como também sinto uma energia fora do meu normal, e sinto que como de forma mais consciente. Como mais alimentos naturais, mais biológicos e isto de não comer produtos animais, de certa forma traz-nos uma leveza de espírito e consciência difícil de explicar, mas muito boa! Não sei, mas sinto que ao comer carne parece que estou a absorver as energias negativas daquele pedaço de animal. Pode parecer estranho mas é o que sinto.


Diz-me o que achaste deste post, se te revês, e se já fizeste esta mudança partilha a tua história! Adorava ouvi-la!

Love,

Sam







INSTAGRAM

SUBSCRIBE
 

RECENT POSTS

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

© Copyright 2020 All rights deserved. Eat Love