Eat Fat get Thin!


This has been my number one go-to smoothie bowl breakfast (recipe down below)


As probably some of you already know, I've been adopting a lower carb higher good quality fat diet lately and it's been great so far! No more bloating, more mental focus (as you know healthy fats are fundamental for your brain to function properly) and no more sugar cravings.


I've been following some amazing professionals in this area that believe that eating more quality fat, less high carb food and more vegetables is the secret to be healthy and stay in shape. I will share my readings with you later.


We all know that fat was demonised and everything became fat free (high sugar) for the sake of our lean bodies. We were taught to believe that fat makes us fat, when the real reason we are overweight is because we eat too much sugar and we combine it with fat.


Fat is actually good for us and if we eat fat alone, or combined with a little bit of protein it shouldn't make us fat.


Provavelmente já muitos de vocês repararam, tenho andado adoptar uma dieta mais rica em gordura saudável e pobre em hidratos de carbono. Tenho a dizer-vos que tem sido maravilhoso! Retenção de líquidos, nem vê-la (eu sou daquelas que aumenta 3 ou 4kg só em água), foco mental incrível (noto imensa diferença na minha concentração quando estou a trabalhar), como sabem as gorduras saudáveis são fundamentais para o bom funcionamento do nosso corpo e, o melhor de tudo, acabaram-se aqueles desejos gigantescos de comer um doce (!!!) - a sério, tenho uma caixa de gelado de menta e chocolate (o meu favorito) há 2 semanas no congelador e nem lhe toco! Porque não me apetece!


Todos sabemos como a gordura foi transformada num monstro nas últimas décadas e tudo passou a ser "sem gordura" para bem dos nossos lindos corpinhos. Fomos ensinados a acreditar que a gordura engorda quando na verdade o excesso de peso é pura e simplesmente devido ao excesso de açúcar que ingerimos (muitas vezes sem saber).


A gordura é, curiosamente, saudável, quando ingerida sozinha ou com pequenas porções de proteína ou vegetais (baixos em hidratos de carbono).


My top brunch choice are these eggs with zucchini and turmeric (recipe down below)

Let me tell you a little bit about the science I've been studying: Our bodies are smart, and by smart I mean they work the best way so they spend the less amount of energy possible in less time. Our body uses sugar and fat as energy as we all know, but the easiest source to use (the one that actually makes our body spend less energy in the process) is sugar that comes from carbs. Fat is a source of energy too, but because the complicated process that our body has to perform in order to get the energy from fat he chooses sugar over fat as the main source of quick and easy energy - isn't that smart? Yes. But unfortunately we rarely eat carbs all alone, and we tend to combine them with fat (french fries, toast with butter, cheese and bread, pizza, etc), so what do you think happens to fat when you eat it with sugar? Yes, it gets stored in our bodies. Amazing right? (not)


Partilho aqui convosco o que tenho andado a ler de uma forma muito simples: O nosso organismo é inteligente, ou seja, ele trabalha de uma forma eficiente utilizando a lei do menor esforço, ou seja, quanto menos energia ele gastar num determinado processo, melhor. Ele usa o açúcar e a gordura como fontes principais de energia, como a gordura é mais complexa e exige uma maior quantidade de energia para ser metabolizada pelo nosso corpo e transformada em energia, o nosso organismo (esperto que nem um alho) vai usar o açúcar que é mais fácil e rápido de utilizar. Faz sentido não faz? Sim. Mas infelizmente existe um senão, nós raramente comemos hidratos de carbono sozinhos (a não ser a fruta), e a maior parte das vezes combinamos com gordura (pão com manteiga, tostas de abacate, massa com queijo, pizza, tostas com queijo, batatas fritas, etc). Pergunto eu: o que é que vocês acham que acontece à gordura quando consumida com hidratos de carbono? Ora pois bem, ela é acumulada no nosso corpo! Incrível não é? (nem por isso)




So what if we start using fat as the main energy source?


I suggest you to read an amazing book by the amazing Dr. Mark Hyman "Get Fat get thin". He is a Functional Medicine MD (coincidentally at the Cleveland Clinic, how about that?) that is on the verge of this curious nutritional approach.

He believes in adopting a Pegan diet (as he says). It's a diet based on a paleo and a vegan approach. Lots of vegetables, lots of healthy fats, moderate protein and low carb ingredients. Of course everything must be organic and the protein must be fish or meat - any kind as long as the fish is wild-caught and the meat is grass-fed.


The benefits I've been getting have been great so far

Less bloating

More mental focus

Shiny hair

Healthy skin

Less (muuuuch less) sugar cravings

Regular apetite

I don't need to make more than 3 meals a day

Very regular gut health

E se passássemos a usar a gordura como fonte principal de energia?

Sugiro lerem um livro que me tem dado a volta à cabeça. Chama-se "Eat fat get thin" (ainda não há em português, mas penso que não demorará), é do incrível Dr. Mark Hyman, um médico especializado em medicina funcional que curiosamente trabalha aqui na Cleveland Clinic, e que é considerado o guru desta nova abordagem dietética.

Ele acredita que deveríamos adoptar uma dieta Pegan (como ele a chama) pegando no melhor do Paleo e do Vegan, ou seja: Muitos vegetais, muita gordura saudável (abacates, sementes, óleo de coco, azeite extra virgem, frutos secos), proteína com moderação (qualquer carne desde que seja biológica sem hormonas e peixe selvagem de mar o de rio) e muito poucos hidratos de carbono.

Os benefícios que tenho sentido em 2 semanas apenas

Menos retenção de líquidos

Mais foco mental

Cabelo mais brilhante

Pele mais limpa e saudável

Menos (muuuuito menos) vontade de comer doces

Apetite regular

Não faço mais do que 3 refeições por dia (porque não em apetece)

Funcionamente intestinal super regular

Here are two of my favourite breakfast recipes so far, one for those sweet tooth days and another for late a breakfast.

Super chocolaty smoothie bowl

Ingredients


1/2 medium sized zucchini

2 tbs organic pure cacao powder

1 tbs flaxseed meal

1 tbs orgain vanilla vegan protein

1/2 avocado

1 cup almond or coconut milk

raspberries and 1 tsp almond butter for topping


Turmeric eggs with zucchini


3 organic eggs

1 zucchini

1/2 red onion

1 tsp turmeric

coriander to taste (or other herb of choice)


Chop the onion and cook it on a skillet with some coconut oil, add the zucchini and cook it for about 5 minutes or until tender. Crack the eggs on top and cover with a lid until medium cooked.

Top with chopped coriander or other fresh herb of choice.


Blend all the ingredients (except the raspberries and almond butter) on a blender until smooth. Serve immediately with raspberries and almond butter on top.


Aqui estão duas das receitas que tenho feito ao pequeno-almoço e que me têm deixado super saciada!



Super smoothie de chocolate


1/2 curgete

2 colheres de sopa de cacau puro em pó

1 colher de sopa de linhaça moída

1 dose de proteina vegan de baunilha

1/2 abacate

125ml de leite de amêndoa

framboesas a gosto e 1 colher de chá de manteiga de amêndoa


Colocar todos os ingredientes com excepção das framboesas e da manteiga de amêndoa numa liquidificadora e triturar até ficar cremoso. Servir com os toppings sugeridos.


Ovos com curcuma e curgete


3 ovos biológicos

1 curgete

1/2 cebola roxa

1 colher de chá de curcuma

coentros a gosto (ou outra erva aromática)


Saltear a cebola picada em óleo de coco e adicionar a curgete. Cozinhar durante 5 minutos até ficar tenra. Partir os ovos, um a um, no topo da curgete e tapar com a tampa. Esperar 5 minutos até ficarem cozinhados a médio termo.



As you know I'm not an MD nor a dietitian, I'm just an enthusiast and curious about everything that evolves a healthy lifestyle, and I love to challenge my body by trying new approaches on exercise and diet and I actually found this one a very easy one to maintain.


I believe that all of us should be more informed and educated by searching (carefully) the literature online or not in order to help to build personal consciousness.


If you have any doubts or any kind of health issue I advise you to see a professional so he or she can help you solve your problems.



Como sabem não sou médica nem nutricionista. Sou apenas uma entusiasta sobre tudo o que envolve um estilo de vida saudável. Gosto de desafiar o meu corpo com novos exercícios e novas formas de me alimentar e tento sempre ter equilíbrio naquilo que faço. Esta abordagem é uma de muitas e percebi que me sinto melhor com este tipo de alimentação, o que não significa que possa ser aplicada a toda a gente pois somos todos diferentes.


Acredito que todos nós nos devemos cultivar e educar nos assuntos que mais nos entusiasmam - sempre com cuidado e bom senso. Para mim ser auto didacta é uma forma de construir a minha própria consciência de forma a responder aos desafios que a vida me dá. É claro que continuo a recorrer a opinião profissional quando necessito. Compro muita literatura e leio muita informação online de profissionais altamente credíveis e acho que é sem dúvida uma benção termos tanta informação boa e correcta à nossa disposição. É uma questão de saber filtrar aquilo que é credível do que não é.


Se tens dúvidas ou sofres de alguma patologia por favor recorre a um bom profissional que te ajude a resolver o problema.







INSTAGRAM

SUBSCRIBE
 

RECENT POSTS

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

© Copyright 2020 All rights deserved. Eat Love